HOME Atualidade
Requalificação do Nó de Frádegas inaugurada esta terça-feira

INTERVENÇÃO RESULTOU DE INVESTIMENTO DE 1,9 MILHÕES DE EUROS

O presidente da Câmara Municipal de Santo Tirso, Alberto Costa, inaugurou esta terça-feira, a requalificação do Nó de Frádegas. A intervenção, naquela que é uma das principais entradas na cidade, é resultado de um investimento de 1,9 milhões de euros.

“Hoje é um dia especial para o Município, inauguramos uma das obras mais importantes do mandato que vem trazer, não só, maior dignidade a uma das principais entradas da cidade, junto a dois ex-líbris – o mosteiro de São Bento e o Museu Internacional de Escultura Contemporânea – mas também maior qualidade e segurança de circulação”, referiu o presidente da Câmara Municipal de Santo Tirso, Alberto Costa durante o discurso.

No mesmo sentido, o presidente da União de Freguesias de Santo Tirso, Couto (S. Cristina e S.Miguel) e Burgães, Jorge Gomes, realçou o facto “de esta ser, efetivamente, uma obra para todos, que vem beneficiar não só todo o concelho mas também os municípios vizinhos”.

Por parte da Infraestruturas de Portugal (IP), o vice-presidente, José Serrano Gordo, agradeceu a colaboração do Município de Santo Tirso, realçando que a obra foi “resultado de um longo processo que, mais importante que tudo, foi concluído de forma exemplar.”

A reformulação do nó de Frádegas contemplou a implantação de uma rotunda de nível com duas vias de entrada e saída de Santo Tirso. Além disso, foi reformulado o troço de via até ao entroncamento com a ER 319, incluindo a substituição da ponte.

Alberto Costa fez ainda questão de lembrar que a obra concluída insere-se no Plano de Mobilidade Sustentável do Município e que “a Câmara tem, atualmente, um plano de requalificação da rede viária, de 3,5 milhões de euros em pavimentações, que inclui todas as freguesias do concelho”.

A requalificação resultou de um investimento total de cerca de 1,9 milhões de euros, dos quais 600 mil foram comparticipados pela IP.

Segundo dados da IP, há cerca de 22 mil viaturas, entre veículos pesados e ligeiros, que atravessam o Nó de Frádegas diariamente.

Comentários