HOME Desporto
Carlos Xistra e VAR tramam Desportivo das Aves

Aos 20 minutos já o Clube Desportivo das Aves, vencia no Estádio da Luz o campeão em título e primeiro classificado da LigaPortuguesa.
Xistra expulsa, e bem, André Almeida mas o VAR manda-o erradamente recuar na decisão.
Momentos depois, Xistra inventa uma grande penalidade a favor do Benfica. Grande penalidade que, por “motivos técnicos”, o VAR não teve como validar ou contestar. A inexistente penalidade é assinalada por uma não-falta sobre Vinicius que devia ter sido expulso minutos antes por agredir o guarda-redes do Aves, Benardeau, algo que nem o Xistra nem o VAR viram.
Estava feito o empate. E, para piorar tudo, o golo que sela a reviravolta é por André Almeida, que havia sido expulso.

Comentários