Cultura
Poesia Livre vai homenagear João Luis Barreto Guimarães

“DA POESIA DA NATUREZA À NATUREZA DA POESIA” É O MOTE DA EDIÇÃO DESTE ANO, APRESENTADA NA CASA DE CHÁ NO ÚLTIMO SÁBADO

De 8 a 21 de março o concelho volta a envolver toda a comunidade em torno de mais uma edição da Poesia Livre. Prestando homenagem ao poeta João Luís Barreto Guimarães, trará ao concelho Filipe Pinto e Pedro Abrunhosa e será um convite à reflexão sobre a natureza.

“Da Poesia da Natureza à Natureza da Poesia” é o tema da edição de 2019 da Poesia Livre que, de 8 a 21 de março, inclui um vasto programa que mobilizará a comunidade em torno de tertúlias, caminhadas poéticas, concertos, teatro, saraus culturais. “É um evento que envolve toda a comunidade, levando a poesia às ruas, ao comboio, ao autocarro, praças, escolas, lares, centros de dia, associações culturais, juntas de freguesia, entre tantos outros espaços”, adiantou o presidente da Câmara de Santo Tirso, Joaquim Couto, na apresentação do programa, que decorreu no último sábado, na Casa de Chá do Parque D.Maria II.

João Luís Barreto Guimarães é o poeta homenageado este ano, altura em que a sua vida literária alcança as três décadas e acaba de lançar o seu mais recente livro “O tempo avança por sílabas”, uma antologia de 100 poemas escolhidos de entre os 10 livros que publicou.

O poeta, que é também cirurgião plástico, caracteriza-se pela sua escrita irónica, biográfica, melancólica e musical, “captura objetos e instantes do presente e reflete sobre os lugares e o tempo de hoje”, explicou Joaquim Couto.

“Refletir sobre a natureza e a sua importância para a vida do ser humano” é, acredita, “um ponto muito importante do momento em vivemos e que pode ser feito, também, através da literatura e da poesia”.

Um dos momentos altos da programação, que se estende por todo o concelho, acontece no dia 17 de março, às 16h00, no átrio da Câmara Municipal, com a homenagem ao poeta. João Luís Barreto Guimarães voltará a marcar presença na cerimónia de encerramento, a 21 de março, às 21h30, na Nave Cultural da Fábrica de Santo Thyrso, para uma tertúlia poética com Pedro Abrunhosa.

A fazer a ponte com os mais novos está o vencedor da terceira edição do programa de televisão Ídolos, Filipe Pinto, que quase uma década depois abraça o projeto “O Planeta limpo do Filipe Pinto”. Um livro que encerra em si uma viagem de aventuras ao seu planeta imaginário onde é possível perceber o impacto negativo das más ações humanas na sobrevivência de todos os seres vivos. Filipe Pinto estará na Fábrica de Santo Thyrso, às 10h00 do dia 18 de março para um teatro musicado do seu livro.