HOME Cultura
Centro Cultural de Vila das Aves exibe filme de Edgar Pêra

RODADO NA ANTIGA FÁBRICA DO RIO VIZELA, “NÃO SOU NADA” SERÁ PROJETADO NA PRÓXIMA SEGUNDA-FEIRA, 30 DE OUTUBRO

O Centro Cultural Municipal de Vila das Aves exibe, na próxima segunda-feira, 30 de outubro, pelas 21h00, o filme “Não Sou Nada”, do realizador Edgar Pêra. Esta sessão contará com a presença do cineasta, do produtor, Rodrigo Areias, e do ator Miguel Borges. A obra, inspirada nos heterónimos de Fernando Pessoa, contou com o apoio do Município de Santo Tirso e foi rodada na antiga Fábrica do Rio Vizela, em agosto de 2020.

“Não Sou Nada” chega esta quinta-feira às salas de cinema de todo o país, depois de ter estreado, em janeiro deste ano, no Festival Internacional de Cinema de Roterdão”, onde foi aclamado pela crítica.

Com argumento da escritora Luísa Costa Gomes e do próprio Edgar Pêra, o filme conta com um elenco de prestígio, onde constam nomes como Miguel Borges (no papel de Fernando Pessoa), Albano Jerónimo, Victória Guerra, Paulo Pires e Miguel Nunes.

Em agosto de 2020, numa altura em que o mundo vivia as restrições impostas pela pandemia da covid-19, a antiga Fábrica do Rio Vizela, na freguesia de Vila das Aves, foi transformada num verdadeiro estúdio de cena, com toda a rodagem a acontecer em modelo de “quarentena cinematográfica”. A equipa ficou, assim, confinada a apenas dois espaços: o set de rodagem e o hotel onde esteve alojada, no centro de Santo Tirso.

Produzido por Rodrigo Areias, “Não Sou Nada” é descrito como um thriller psicológico, que proporciona uma viagem pelo universo mental de Fernando Pessoa e dos seus múltiplos heterónimos, materializados no “Nothingless Club”.

Fundada em 1845, a Fábrica de Fiação e Tecidos do Rio Vizela foi a primeira unidade de fiação do país e uma das mais emblemáticas unidades fabris do Vale do Ave. Pioneira no processo de industrialização local, no início dos anos 50 a fábrica contava com três mil trabalhadores, sendo uma das maiores empresas têxteis da Europa.

A partir de 1990, a empresa viveu sempre em crise, acabando por encerrar a atividade em 2001. “Não Sou Nada” foi rodado no espaço de escritórios dos anos 20 ali existente, que Edgar Pêra viu como o cenário ideal para este filme.

A exibição do filme no Centro Cultural Municipal de Vila das Aves (CCMVA) terá entrada gratuita, até à lotação da sala, mediante reserva de bilhete/convite através do email cultura@cm-stirso.pt, ou levantamento prévio na bilheteira do CCMVA.

Ao longo dos últimos anos, o JORNAL O CORDOVENSE, tem conquistado cada vez mais leitores.
Nunca quisemos limitar o acesso aos nossos conteúdos, ao contrário do que fazem outros órgãos de comunicação, e mantivemos sempre todas as notícias, reportagens e entrevistas abertas para que todos as pudessem ler.
Mas precisamos do seu apoio. Para que possamos, diariamente, continuar a oferecer-lhe a melhor informação, assim como para podermos fazer mais reportagens e entrevistas do seu interesse.
O JORNAL O CORDOVENSE é um órgão de comunicação social independente e isento. E acreditamos que para que possamos continuar o nosso caminho, que tem sido de sucesso e de reconhecimento, é importante que nos possa ajudar neste caminho que iniciámos há dez anos.
Desta forma, por tão pouco, com apenas 1€, pode apoiar o JORNAL O CORDOVENSE. MBWAY – 919954029 NIB – 0010 0000 4687 7240 0016 5

Comentários