HOME SOCIEDADE
Lançada a primeira pedra do Parque do Verdeal

CERIMÓNIA CONTOU COM A PARTICIPAÇÃO DO MINISTRO DO AMBIENTE, JOÃO PEDRO MATOS FERNANDES

Está em marcha a construção do Parque do Verdeal, um investimento de 1,8 milhões de euros que vai unir as freguesias de Vila das Aves e S. Tomé de Negrelos. Com uma área de cerca de quatro hectares, o parque contará com um circuito pedonal e ciclável bem como áreas de lazer e recreio.

“Hoje é um dia histórico para as freguesias de Vila das Aves e São Tomé de Negrelos que reivindicam esta obra há cerca de três décadas” referiu o presidente da Câmara Municipal de Santo Tirso, Alberto Costa, durante a cerimónia de lançamento da primeira pedra, que decorreu na última sexta-feira.

O autarca salientou que o Parque do Verdeal é um dos exemplos do trabalho que vem sendo concretizado pelo município no âmbito da sua estratégia ambiental e que “vai constituir-se como uma estrutura verde de livre acesso, diversa e inclusiva, capaz de promover a ligação entre a natureza, o ser humano e o enquadramento urbanístico”.

Alberto Costa lembrou ainda que o projeto,” implementado em ambas as margens do rio Vizela, vai unir duas freguesias nem sempre historicamente próximas”.

No mesmo sentido, também o ministro do Ambiente e da Ação Climática, João Pedro Matos Fernandes, destacou que “é fundamental que os rios sejam espaços de convívio, em que se preserve e crie condições para melhorar a qualidade da água, espaços de união e não de separação”.

Feliz com o arranque da construção do parque, Joaquim Faria, presidente da Junta de Freguesia de Vila das Aves, garantiu que “a obra, há muito ansiada, será um primeiro passo para um próximo projeto que é reabilitação da baixa de Vila das Aves”.

Já o presidente de Junta de Freguesia S. Tomé de Negrelos, Roberto Figueiredo, salientou que o parque vai contribuir para “dinamizar uma zona esteve esquecida durante muito tempo, contribuindo para aumentar a qualidade de vida da população”.

Do lado de Vila das Aves, o Parque do Verdeal irá desenvolver-se entre a estação de comboio e o rio Vizela, do lado de Vila das Aves. Já na freguesia de São Tomé de Negrelos, na margem esquerda, a área de intervenção desenvolve-se no espaço entre a Rua do Espírito Santo – Estrada Nacional 105 e o rio Vizela.

O projeto, que abrange uma área de cerca de quatro hectares, vai envolver a criação de passeios pedonais e cicláveis e espaços multiusos. Serão criados largos, para os visitantes se sentarem, e uma ponte-passadiço, com cerca de 220 metros, que facilitará a junção dos dois lados do rio.

O investimento global é de 1,8 milhões de euros, cerca de 460 mil comparticipados pelo Fundo Ambiental e 600 mil financiados pelo FEDER.

A obra está prevista concluir dentro de um ano.

Comentários