HOME Atualidade
Câmara de Santo Tirso avança com a requalificação da rua Ferreira de Lemos

PROJETO PREVÊ INVESTIMENTO DE 1,3 MILHÕES DE EUROS

A Câmara Municipal de Santo Tirso vai avançar com a requalificação da Rua Ferreira de Lemos. O projeto, no valor de 1,3 milhões de euros, foi apresentado esta terça-feira e tem como objetivo transformar uma das mais importantes artérias, privilegiando a mobilidade suave.

“É um projeto que surge na continuidade da requalificação da Praça Camilo Castelo Branco e que vai trazer uma profunda transformação numa das ruas mais povoadas da cidade“, explicou o presidente da Câmara Municipal de Santo Tirso, Alberto Costa, destacando que a intervenção “faz parte da estratégia que está a ser implementada no âmbito do plano de mobilidade sustentável do município, que pretende privilegiar os peões e as bicicletas”.

Assim, a Rua Ferreira de Lemos passará a contar com uma ciclovia dedicada em contra fluxo. “As bicicletas que circulam no mesmo sentido dos veículos partilham a faixa de rodagem, já as que circulam no sentido oposto terão uma faixa dedicada por questões de segurança”, detalhou Alberto Costa.

Outra das modificações passa pela alteração do sentido do trânsito em parte da rua. No segmento norte, o trânsito continua de sentido único mas passa a ser orientado a partir do entroncamento com a Rua Encosta Nascente/ Rua Nova da Telheira para a Praça Camilo Castelo Branco. Passa, ainda, a ser possível a circulação automóvel entre a Rua Nova da Telheira e a Rua Encosta Nascente.

O autarca esclareceu que o objetivo é conferir maior dignidade à Rua Ferreira de Lemos: “Queremos que deixe de ser uma rua de passagem e de saída da cidade e passe a ser uma rua pensada para as pessoas e para o comércio”.

Redefinição de zonas de estacionamento e das áreas de circulação pedonal bem como a criação de pequenas áreas de jardim, com colocação de arborização ao longo de toda a rua, estão previstas na requalificação. Será ainda colocado piso em betuminoso e executadas infraestruturas para rede de águas pluviais, elétrica e de telecomunicações.

A intervenção, que deverá arrancar no mês de fevereiro, está prevista decorrer em duas fases, a primeira, entre a Praça Camilo Castelo Branco e o entroncamento com a Rua Encosta Nascente/Rua Nova da Telheira, terá a duração de quatro meses. Já para a segunda fase, que contempla o restante arruamento, o prazo previsto de execução é de oito meses.

O investimento da Câmara Municipal de Santo Tirso é de 1,3 milhões de euros.

Comentários