Cultura
( Com Video) Sucesso absoluto do violinista de Santo Tirso Pedro Carneiro na sua apresentação além-fronteiras!

 

O violinista de Santo Tirso, Pedro Carneiro apresentou-se como solista no passado Sábado, dia 27 de Outubro, no Auditório Internacional de Torrevieja (Alicante), no Programa Clássico de Abertura da Temporada e Concerto de Aniversário da Orquestra Sinfónica desta localidade, tendo recolhido críticas unanimes em várias colunas da especialidade!

O Crítico musical, Antoni Jakubowski, resumiu este espetaculo  da seguinte forma:

” (…) Nesta festa do seu aniversário, a OST ofereceu duas obras cuja popularidade dispensa qualquer publicidade: o Concerto para Violino de P. I. Tchaikovsky e a Sinfonia do “Novo Mundo de A. Dvorak, que transmitem indubitavelmente grande fogo; e neste caso, tanto o solista convidado, o fabuloso violinista Português Pedro Carneiro, como a OST sob a batuta de José F. Shanchez, alcançaram esse propósito com pleno êxito.
Assistir ao vivo ao domínio técnico do Concerto em Ré Maior de P. Tchaikovsky é algo que sempre surpreende os melómanos. Logo desde a primeira entrada do solista se gerou grande empatia entre o violinista, o diretor e a orquestra. Transmitindo energias plenas de vitalidade, os intérpretes não deixaram qualquer vestígio de superficialidade. Pedro Carneiro não nos falhou, oferecendo-nos a sua versão de Tchaikovsky com as passagens rápidas bem articuladas, o som moldado, sobressaindo o cantabile, demonstrando técnica e personalidade. Foi verdadeiramente uma apresentação cheia de tensões positivas, desde as mais íntimas às mais apaixonadas e fogosas. Foi com razão que P. Carneiro recebeu um aplauso merecido e caloroso do público; e como “extra” ofereceu um Fado português em forma de “Tema com Variações”, com um quase improvisado acompanhamento das cordas da Orquestra! Atuação fabulosa!”

Pedro Carneiro, iniciou os seus estudos musicais aos 13 anos estudando violino com Joseph Camarinha. Três anos mais tarde, juntou-se à classe de Professor Alberto Gaio Lima. Aos 15 anos, fez uma tournée no Brasil, recebendo uma menção honrosa pelo Conservatório de Música de São Paulo. Foi premiado no concurso Jovens Músicos em ambas as categorias, médio e nível superior, também no concurso da Juventude Musical Portuguesa.
Aos 19 anos, foi convidado para integrar a Orquestra Clássica da Madeira, continuando seus estudos de violino com Yuri Kiritchenko. Nesse mesmo ano, ganhou uma bolsa de estudos do governo da Região Autónoma da Madeira para continuar os seus estudos no Conservatório Tchaikovsky, em Kiev, onde foi aluno de Nikolaev Gorohov (discípulo de Yampolsky).
Deu recitais de música de camera e tocou a solo em países como Portugal, Espanha, França, Holanda, Estados Unidos da América. Tocou com orquestras como a Orquestra do Algarve, a Orquestra do Norte, Orquestra Sinfónica do Porto, Orquestra das Beiras, Remix Ensemble, Orquestra Remix, Orquestra de Câmara de Portuguesa, Sinfónica de Kiev, Opera de Paris, Orquestra Sinfónica de Elche, Orquestra Sinfónica de Torrevieja, Filarmonia de Madrid, Les Arts, entre outras.
Gravou para a rádio (RDP), incluindo a gravação ao vivo do Concerto para Violino deTchaikovsky. Trabalhou com os violinistas Gerardo Ribeiro (EUA), Gousseau André (França), Zakar Bron (Espanha), Vicent Huerta (Espanha).
Em 2014 integrou a Orquestra Sinfónica da região de Murcia (Espanha) e a Orquestra Sinfónica de Torrevieja (Espanha), com quem mantém fortes ligações profissionais; e desde 2016 colabora regularmente com a Orquestra Gulbenkian, onde trabalhou com os maestros Pedro Neves e Lawrence Foster e artistas como Mário Laginha.
Criou e interpreta dois programas: Travelling Sounds – pequenas peças musicais onde expressa sentimentos gerados por sons, paisagens, pessoas que conheceu ao longo das suas viagens; e Vivaldi-Piazzolla: Oito Estações, apresentado em tour no Auditório Box (Sevilha, Espanha), Casa das Artes (Famalicão), Fábrica de Santo Thyrso (Santo Tirso) e Auditório de Lagoa (Lagoa, Algarve).

Pedro Carneiro toca num violino Miguel Mateus e é representante oficial da marca D’Addarío em Portugal.

Em 2015 fondou a Associação Cultural NEW VIBRATIONS onde é Membro da Direcção e Diretor Artístico.

Comentários