Atualidade
Homem fica sem carteira na visita à cadeia de Paços de Ferreira
Vítor Soares deixou carteira com centenas de euros em cacifo de Paços de Ferreira. Quando voltou, não tinha nada.

O empresário do ramo dos leitões entrou na cadeia de Paços de Ferreira com 495 euros, três cheques com o valor de 1800 euros, cartões de crédito e de multibanco e documentação. Deixou tudo num cacifo do estabelecimento prisional, no sábado, mas, após a visita a um recluso, irmão de um cliente, percebeu que a carteira com os bens tinha sido furtada. O caso foi participado à GNR de Paços de Ferreira.

“Disseram-me que não podia entrar com nada e deram-me uma chave para guardar tudo num cacifo. Eu até mostrei 95 euros que tinha no bolso e perguntei se os podia levar. Não pude. Quando voltei, o cacifo não estava arrombado, mas a carteira tinha desaparecido”, contou Vítor Soares.

“Chamei a GNR e pedi para falar com o guarda que me deu a chave. Já tinha saído, mas os colegas ligaram-lhe e ele disse: ‘Por acaso vi um homem com uma carteira.’ Então ele viu isto e não fez nada? Não questionou onde ele a tinha arranjado?”, pergunta o empresário de Águeda.

Vítor Soares, que trazia o dinheiro de negócios de leitões, duvida da história e garante que não há registo de mais entradas na cadeia a seguir ao próprio: “Algo não está bem contado. Sei que entrei com a carteira na cadeia e ela desapareceu”.

Ao CM, a Direção-Geral de Reinserção e Serviços Prisionais assegurou que está a decorrer um processo interno de averiguações. “Temos todo o interesse no apuramento da verdade. O cacifo não foi forçado e estamos disponíveis para colaborar com o órgão policial.”

Fonte : cmjornal.pt

PUB.