Atualidade
Santo Tirso lança Geoportal Empresarial

SANTO TIRSO GO BUSINESS PERMITE A GEORREFERENCIAÇÃO DO TECIDO EMPRESARIAL DO CONCELHO

A Câmara Municipal de Santo Tirso lançou, esta quarta-feira, o geoportal Santo Tirso Go Business. Esta é uma plataforma, de inscrição e utilização totalmente gratuitas, que possibilita a localização, identificação e caraterização das empresas existentes e das áreas disponíveis para construção e investimento.

PUB.

Tem como mote a criação de uma rede empresarial digital georreferenciada, e pretende contribuir para a promoção económica do concelho. A plataforma Santo Tirso Go-Business carateriza-se pela interatividade e facilidade de utilização, permitindo que proprietários, agentes imobiliários e demais atores económicos adicionem diretamente novos espaços, negócios e informações.

“Este é mais um mecanismo de apoio a empreendedores e novos investimentos”, explica o vice-presidente da Câmara Municipal de Santo Tirso, Alberto Costa. Acrescentando que “o Santo Tirso Go Business incrementa a notoriedade do Município junto dos investidores, nomeadamente internacionais, ao facilitar e acelerar a procura de espaços”.

A ferramenta posiciona-se também como um instrumento facilitador da tomada de decisão política no que concerne ao investimento em infraestruturas de apoio e acessibilidades, ao permitir uma observação e análise rigorosa das dinâmicas empresariais locais e concelhias.

Através do INVEST Santo Tirso, a Câmara Municipal tem dinamizado diversas iniciativas e ações de promoção do desenvolvimento económico do concelho e de atração de investimento externo. Santo Tirso vive, atualmente, um dos períodos de maior fulgor económico das últimas décadas. Desde 2015, ano de criação do INVEST Santo Tirso, o volume de exportações aumentou 27,95%, num crescimento que supera o registado pela Área Metropolitana do Porto e a média nacional. A taxa de desemprego atingiu, em junho, o valor mais baixo da última década, cifrando-se nos 7,65%.

Ao investimento externo e fixação de novas empresas, soma-se o crescimento das que já se encontram instaladas em Santo Tirso. No total, é já superior a uma centena o número de projetos de empresas concelhias aprovados para financiamento comunitário, num valor de investimento que atinge os 135 milhões de euros.