Desporto
Futebol – Desportivo das Aves defronta Tondela esta sexta-feira

O Clube Desportivo das Aves e o Tondela, derrotados na jornada inaugural da I Liga, reencontram-se esta sexta-feira, 17 de agosto na Vila das Aves, na abertura da segunda jornada, num jogo com início marcado para as 20:30.

PUB.

conferência de antevisão ao jogo, José Mota avisou que o Desportivo das Aves vai ter de ser “forte, rigoroso e muito paciente” para conseguir bater o Tondela.  O treinador na importância do fator casa, lembrando que “as equipas que lutam pelos objetivos (de permanência) do Aves têm de fazer dois terços dos pontos em casa” e fazer disso uma “fortaleza”, mesmo que o Tondela, no caso concreto, apresente “um modelo muito difícil” de contrariar.

É preciso muita paciência frente ao Tondela, uma equipa muito difícil de se desorganizar e que sobe muito bem as suas linhas e sabe explorar bem o adiantamento dos adversários”, disse José Mota, para quem o Aves “não pode dar os espaços que o adversário precisa”.

Para o técnico avense, a receita para levar de vencida o Tondela, no jogo de abertura da segunda jornada da I Liga de futebol, na sexta-feira, passa por ser “forte, rigoroso e muito paciente”.

Naturalmente, teremos de ser agressivos, fortes, determinados e ter ambição de vencer. Conhecemos o poder do Tondela, mas jogamos em casa e temos de tentar ser, também, eficazes”, sublinhou.

O Aves vai jogar na sexta feita sem Jorge Fellipe e Falcão, expulsos em Setúbal, na jornada inaugural do campeonato (derrota por 2-0), uma situação que deixou “triste” José Mota, para quem “na jornada existiram casos piores para o videoárbitro” e que não tiveram consequências, fazendo votos para que “não existam dois pesos e duas medidas”.

E, em relação à sua equipa, deixou claro que “há muitos aspetos a crescer, seja em termos individuais ou coletivos”.

“Como vocês sabem, os jogadores têm chegado a conta-gotas, alguns deles nem sabem ainda o caminho para o estádio. Temos ainda muito a crescer”, concluiu.

Onze provável:

Comentários