Atualidade
Moradores de Santa Cristina e S. Miguel do Couto com acessos melhorados

INVESTIMENTO DA CÂMARA DE SANTO TIRSO NA REQUALIFICAÇÃO DA AVENIDA ABADE PEDROSA E RUA DO BACELO NO VALOR DE 350 MIL EUROS

Está concluída a requalificação da Avenida Abade Pedrosa e Rua do Bacelo, duas vias de grande importância para os moradores de Santa Cristina e S. Miguel do Couto, mas também na ligação inter-freguesias. Depois de descerrar a placa de inauguração, o presidente da Câmara de Santo Tirso, Joaquim Couto, sublinhou que esta “é mais uma obra com impacto na vida das pessoas”. O investimento da autarquia rondou os 350 mil euros.

“Trata-se de uma requalificação que vai, com toda a certeza, beneficiar as pessoas que vivem nesta localidade, mas também todas aquelas que por aqui passam, com destinos aos outros locais do Município”, apontou o autarca, na cerimónia de inauguração da requalificação da Avenida Abade Pedrosa e Rua do Bacelo, que se realizou este domingo, e que também contou com a presença do presidente da União de Freguesias de Santo Tirso, Couto (Sta. Cristina e S. Miguel) e Burgães, Jorge Gomes.

Joaquim Couto referia-se não só aos moradores de Santa Cristina e S. Miguel do Couto, mas também aos moradores da zona da Abelha, Santa Cruz, e da freguesia de Monte Córdova, que passam a encontrar na Avenida Abade Pedrosa e Rua do Bacelo uma alternativa de circulação em condições melhoradas.

A intervenção realizada pela Câmara de Santo Tirso, no valor de 350 mil euros, contemplou o alargamento de parte da via, intervenções ao nível da drenagem de águas pluviais com construção de novas infraestruturas, melhoria dos pavimentos com a substituição dos cubos de granito por betão betuminoso, construção de zonas de circulação pedonal e colocação de sinalização vertical e horizontal.

Como se pode constatar no terreno – evidenciou Joaquim Couto –, “esta obra vai de encontro aos princípios orientadores do Plano Municipal de Mobilidade Sustentável, não só pela construção de zonas de circulação pedonal, mas também pela colocação de lombas que irão desincentivar o excesso de velocidade dos veículos motorizados”.

 

 

 

Comentários