Desporto
Heróis da Taça homenageados pela Câmara Municipal

“Com a vitória do Clube Desportivo das Aves na Final da Taça de Portugal, também o Município de Santo Tirso está a viver um dos momentos mais altos sob o ponto de vista desportivo”. Foi com estas palavras que o presidente da Câmara, Joaquim Couto, saudou toda a equipa do CD Aves, na cerimónia nos Paços do Concelho que homenageou os heróis do momento.

Com o átrio da Câmara Municipal completamente cheio, o autarca enalteceu a vitória no Jamor, apontando que graças ao feito “o nome de Santo Tirso e de Vila das Aves atingiram níveis de notoriedade excecionais”. “Este triunfo não é apenas uma vitória desportiva histórica, mas, acima de tudo, a expressão de um sentimento profundo do que é ser de Santo Tirso e da freguesia de Vila das Aves”, referiu.

Passavam poucos minutos das 19h30 quando a cerimónia de homenagem ao Clube Desportivo das Aves teve início nos Paços do Concelho. Na Praça 25 de Abril, algumas centenas de adeptos aguardavam pela chegada dos jogadores e equipa técnica, segundo Joaquim Couto, “os grandes obreiros da histórica vitória na final da Taça de Portugal”. Mas o presidente da Câmara de Santo Tirso não esqueceu aqueles que, durante toda a época, sempre acreditaram que era possível trazer a Taça para Santo Tirso: “A massa associativa e os adeptos foram o 12º jogador, apoiando a equipa do início ao fim”.

Antes das palavras de Joaquim Couto, também o presidente da SAD do CD Aves, Luiz Andrade, reconheceu o apoio que a Câmara de Santo Tirso tem dado nos últimos anos ao clube. “Conheci o senhor presidente da Câmara há um ano e meio. Disse-lhe que este era um projeto vencedor para Vila das Aves e para Santo Tirso. O presidente acreditou. Obrigado”, referiu Luiz Andrade, prometendo ainda que a próxima época será marcada pelo crescimento do clube.

Após os discursos, os jogadores que fazem parte do plantel do CD Aves, para além dos elementos da equipa técnica, médica, direção e restante staff do futebol profissional do clube, subiram ao palco e receberam de Joaquim Couto uma medalha de mérito, cunhada especificamente para eternizar a conquista da Taça de Portugal. “Vencedor da Taça de Portugal – 2017/2018”, lia-se nas medalhas que ostentavam ainda o logotipo do Município de Santo Tirso.

As homenagens individuais foram concluídas com Luiz Andrade a receber também, das mãos do presidente da Câmara de Santo Tirso, uma salva que vai acompanhar a Taça de Portugal no futuro museu do clube.

A cerimónia terminou ao som do hino oficial do Aves, “O melhor de Norte a Sul”, e com o erguer da Taça de Portugal na varando do edifício da Câmara de Santo Tirso, frente a uma plateia de adeptos que saltaram e aplaudiram os heróis do momento.