Sociedade
Consultas de Saúde Oral já estão a funcionar em Vila Nova do Campo

Já arrancaram as consultas de saúde oral na Unidade de Saúde Familiar Nova Saúde, em Vila Nova do Campo. O momento foi assinalado esta segunda-feira pelo secretário de Estado Adjunto e da Saúde, Fernando Araújo, e pelo presidente da Câmara de Santo Tirso, Joaquim Couto.

É um dos projetos pilotos do Ministério da Saúde e já está a funcionar em Santo Tirso. As consultas de medicina dentária na Unidade de Saúde Familiar Nova Saúde irão abranger mais de 12 mil utentes do Município e resultam de um acordo entre a Câmara de Santo Tirso e o Ministério da Saúde.

“É importante ressalvar a mais valia deste projeto, porque esta é uma área onde não havia solução no passado. É uma resposta importante, porque a medicina dentária tem um impacto direto na vida das pessoas, influenciando, por exemplo, a saúde mental e o relacionamento social. Santo Tirso é um bom exemplo da abertura que as autarquias têm tido a este tipo de projeto, ao suportar este investimento, o que permitiu andar mais rápido e colocar este projeto no terreno mais cedo”, elogiou o secretário de Estado Adjunto e da Saúde, Fernando Araújo.

Com este protocolo, o Ministério da Saúde ficou responsável pela contratação do médico dentista e assistente, enquanto que a Câmara de Santo Tirso suportou o investimento no equipamento de consulta, no valor de cerca de 50 mil euros.

“Na linha de uma política municipal voltada para a Saúde, das medidas que temos lançado, nomeadamente o Plano Municipal de Saúde e as refeições escolares saudáveis, e dando seguimento ao bom relacionamento que temos com o Ministério da Saúde, surgem estas consultas dentárias, que eram até agora uma falha no nosso Sistema de Saúde. Estamos muito orgulhosos deste passo. Optamos por resolver o problema das pessoas, mesmo que isso implique um investimento no nosso orçamento municipal”, aludiu o presidente da Câmara de Santo Tirso, Joaquim Couto.

O autarca afirmou ainda que o objetivo da Câmara é que os serviços de saúde oral possam abranger o maior número possível de pessoas de Santo Tirso. Neste contexto, está a ser dado seguimento ao protocolo com a CESPU – Cooperativa de Ensino Superior, Politécnico e Universitário para instalar serviços de saúde oral no Hospital de Santo Tirso. “Estamos trabalhar, para que seja uma realidade o mais rapidamente possível”, assegurou Joaquim Couro.

PUB.