Atualidade
Escola de São Bento da Batalha requalificada

INVESTIMENTO DA CÂMARA DE SANTO TIRSO PERMITIU RESOLVER VÁRIOS PROBLEMAS

Foi inaugurada esta terça-feira a requalificação da Escola de São Bento da Batalha. No seguimento da aposta na área da Educação, como sublinhou o presidente da Câmara Municipal de Santo Tirso, Joaquim Couto, o espaço passou a dispor de uma série de melhorias para toda a comunidade educativa.

“Esta escola tem a particularidade de estar na periferia de Santo Tirso e merece da nossa parte uma discriminação positiva por esse facto. A Câmara realizou um conjunto de melhorias na infraestrutura, desde os pavimentos, às janelas, passando pelo parque desportivo ou pela biblioteca”, explicou o autarca, destacando que o objetivo “passou por melhorar as condições de ensino”.

A empreitada envolveu a resolveu os problemas de infiltrações existentes na cobertura, a reabilitação das fachadas do edifício de ampliação e a reabilitação do campo de jogos, bem como a pintura das paredes exteriores do edifício e trabalhos de melhoramento e conservação do interior das salas de aula.

A intervenção integrou ainda a substituição das claraboias para eliminar os problemas existentes de condensações pelo interior dos tetos, a colocação de janelas e trabalhos de melhoramento da funcionalidade dos espaços exteriores/jardins de recreio. O espaço desportivo também foi melhorado, bem como a biblioteca, que contará agora com maior ventilação do espaço e entrada de luz.

Com cerca de 90 alunos, a Escola de São Bento da Batalha é tida como exemplo no Agrupamento de Escolas Tomaz Pelayo e no concelho. “Esta é uma escola que está envolvida numa área do concelho de grande diversidade étnica e que promove estratégias próprias para incentivar a inclusão de todos, estimulando a frequência escolar e o sucesso neste espaço educativo. É uma escola que tem sido exemplo no Município, quer no aspeto da integração quer no espaço da responsabilidade na sociedade, através da associação de pais, quer ainda através do relacionamento na parceria existente com o agrupamento”, elogiou Joaquim Couto.

Fernando Almeida, diretor do Agrupamento de Escolas Tomaz Pelayo, considerou que a intervenção realizada pela Câmara de Santo Tirso “é uma melhoria geral das condições de ensino, dos níveis de conforto, permitindo aprofundar alguns projetos, uma vez que uma parte da obra recaiu sobre a infraestrutura da biblioteca”.

No que toca ao parque escolar, a Câmara de Santo Tirso estima investir cerca de 3,5 milhões de euros em infraestruturas escolares.

PUB.