Cultura
Festival Colossal levou música alternativa a Santo Tirso

O Antigo Matadouro de Santo Tirso transformou-se para acolher o Festival Colossal. Nas noites de sexta (23) e sábado (24), luz e cor inundaram o espaço onde se dançou ao som da música alternativa nacional.

A Alarido é uma associação cultural constituída unicamente por jovens. Fundada entre os finais de 2016 e os primeiros meses de 2017, este projeto de Vila das Aves propõe-se a combater a pouca oferta cultural no Vale do Ave. Assim, com nove eventos já no currículo, nasce a ideia do Festival Colossal.

Com espírito de descoberta e vontade de enriquecer a cultura alternativa local, os estudantes levaram a Santo Tirso seis bandas emergentes no panorama musical – flutuando entre o rock e a eletrónica. No cartaz constaram ainda dois dj set, em parceria com a Alinea A.

Na primeira noite de Colossal, subiram ao palco NU, El Señor e The Lazy Faithful, com Peter Mor a partir da 01h30.

Na segunda noite o Festival, o JUP esteve entre o público para as atuações de Psychtrus, Sunflowers e Paraguaii. A tarefa de encerrar esta edição do Colossal esteve nas mãos de Filipe Gonçalves.

Fonte: juponline.pt

PUB.