Atualidade
Santo Tirso recebeu visita do Secretário de Estado do Comércio

PAULO FERREIRA VISITOU A EMPRESA “PIMENTAS & COELHO” E LOJAS DO COMÉRCIO TRADICIONAL

O secretário de Estado Adjunto e do Comércio, Paulo Alexandre Ferreira, visitou Santo Tirso na última sexta-feira. Do roteiro fez parte uma visita à empresa Pimentas & Coelho, situada em Vila das Aves, um forte exemplo da reestruturação empresarial vivida no Município. Na linha da importância da dinamização da economia local, houve ainda oportunidade para uma visita às lojas do comércio tradicional.

“Um bom exemplo para o concelho e para o país”. Foi desta forma que o secretário de Estado Adjunto e do Comércio, Paulo Alexandre Ferreira, elogiou a grande viragem da empresa Pimentas & Coelho, passagem integrante do roteiro ao Município, na passada sexta-feira.

Situada na freguesia de Vila das Aves e produtora de algodão hidrófilo, a Pimentas & Coelho foi adquirida em 2016 pelo Grupo Hidrofer, depois de um período de dificuldades económicas, tendo sido, desde então, alvo de uma reestruturação.

“Tinha prometido, acerca de um ano, voltar a esta empresa para constatar a sua grande viragem. Quis cumprir essa promessa e estar aqui hoje, no sentido de sinalizar o bom exemplo da reestruturação empresarial que se pode fazer em Portugal, nas condições que existem do ponto de vista administrativo e jurídico. Este é um excelente exemplo de uma empresa que estava a passar um mau momento e que foi comprada por outra que a soube fazer renascer, pô-la a funcionar e a produzir, mantendo o número de pessoas que aqui trabalhava”, declarou Paulo Alexandre Ferreira aos jornalistas.

Também o presidente da Câmara de Santo Tirso, Joaquim Couto, salientou a grande vivacidade empresarial sentida atualmente no Município. “O nosso Município está a crescer de forma galopante em termos de investimento e na criação de emprego líquido. Há cerca de um ano a Pimentas & Coelho parecia ter um caminho negativo traçado. Esta visita tem o objetivo de reconhecer a importância desta restruturação levada a cabo pelo grupo Hidrofer. O investimento é, para nós, uma prioridade, pelo que queremos estar ao lado dos empresários colocando à sua disposição todos os mecanismos de apoio de que dispomos”.

A Pimentas & Coelho produz exporta cerca de 90% daquilo que produz, para mais de duas dezenas de países, produzindo, atualmente, três a quatro toneladas de algodão hidrófilo por dia. Com a reestruturação total da empresa, e o investimento em novos equipamentos, o administrador, Carlos Silva, conta agora chegar às 10 toneladas, e aumentar, no prazo de um ano, o número de funcionários.

“Este tipo de produtos só nós é que os fazemos, não só em Portugal mas também em Espanha, onde há apenas uma fábrica muito pequena. O objetivo desta empresa, e visto que estamos numa fase de crescimento, é fazer com que cresça ao mesmo nível da empresa mãe. Estamos, para isso, a fazer investimentos fortes em maquinismo, para que possamos, talvez dentro de mais de um ano, estar totalmente reestruturados e a produzir muito mais”, declarou.

A comitiva visitou a Confeitaria São Bento e a Casa Reis, lojas de comércio tradicional, um setor que Paulo Alexandre Ferreira considera ser “um fator diferenciador do país”. “É preciso valorizar o comércio tradicional de proximidade, e sobretudo as lojas com história. Essa é outra das dimensões da atuação do Ministério da Economia e desta secretaria de Estado”.

Joaquim Couto acrescentou ainda que “esta é também uma parte importante para se dar a conhecer e ser tornada pública, nomeadamente através desta visita do secretário de Estado do Comércio. A revitalização dos centros urbanos e das cidades é uma peça fundamental que leva, inexoravelmente, à dinamização e melhoria do comércio local, dinamizando a economia municipal”.

PUB.