Geral
PS Apresentou candidatos à Assembleia de Freguesia de Vila Nova do Campo

“Esta campanha que não pára de crescer e de dizer que Santo Tirso e Vila Nova do Campo estão em boas mãos!”, exclamou Marco Cunha, o candidato do PS à presidência da Junta de Vila Nova do Campo, perante as bancadas cheias do anfiteatro do Parque do Olival, onde centenas de pessoas assistiram à apresentação dos candidatos à Assembleia de Freguesia, na tarde do domingo, 10 de Setembro.
“A nossa campanha não começou agora. A nossa campanha já vem sendo feita há quatro anos, com um trabalho alegre, bonito, esclarecedor, dedicado e, mais importante do que tudo, transparente”, afirmou Marco Cunha, que se definiu como “presidente da Junta de S. Martinho, de S. Salvador e de S. Mamede”, numa referência às três freguesias que deram origem a Vila Nova do Campo, no âmbito da reforma administrativa que eliminou juntas de freguesia.
“Quem acabou com as freguesias foi a candidata do PSD à Câmara Municipal, que em Lisboa votou a favor da agregação de freguesias”, lembrou o autarca de Vila Nova do Campo.
Marco Cunha saudou a presença de Joaquim Couto e pediu à multidão uma salva de palmas para o candidato do PS à presidência da Câmara, que “parece omnipresente” pois está em todo o lado “com força e com garra”.
“É no meio de vós que gosto de estar”, disse Joaquim Couto, arrancando um forte aplauso do povo de Vila Nova do Campo, onde o candidato do PS à presidência da Câmara de Santo Tirso fez questão de marcar presença para elogiar a qualidade da equipa apresentada por Marco Cunha e para alertar a população para “falsos profetas que prometem tudo a todos”, que, “se for preciso, prometem trazer o porto de Leixões ou o aeroporto de Lisboa”.
O fundamental, realçou Joaquim Couto na sua comunicação à população de Vila Nova do Campo, é que, no próximo dia 1 de outubro “ninguém se engane e que todos votem no Partido Socialista”.

Comentários