Geral
PS/Santo Tirso congratula-se com contratação de 11 médicos para o hospital

COMUNICADO

logo-ps-1716x700_cO Partido Socialista de Santo Tirso congratula-se com o anúncio da contratação de 11 novos médicos especialistas para o Centro Hospitalar do Médio Ave, do qual faz parte o Hospital de Santo Tirso.

Para o PS/Santo Tirso, a decisão do Ministério da Saúde é um claro sinal de que o Governo, à semelhança do que prometera quando impediu a passagem do hospital para a misericórdia, está empenhado em recuperar o CHMA, depois do processo de degradação levado a cabo nos últimos quatro anos pelo Governo do PSD e CDS.

Para aqueles que tinham dúvidas em relação ao plano de recuperação de um centro hospitalar esvaziado de recursos humanos e técnicos e sem qualquer tipo de investimento em matéria de infraestruturação a partir de 2011, o Governo PS está a dar a melhor resposta, honrando, aos poucos, os compromissos assumidos para com a população dos concelhos de Santo Tirso, Trofa e Famalicão.

Na visita que o secretário de Estado Adjunto e da Saúde fez ao CHMA, Fernando Araújo anunciou um conjunto de investimentos destinados a três grandes áreas: recursos humanos, meios técnicos e criação de um novo edifício no valor de cerca de quatro milhões de euros.

Paulatinamente, estão a ser feitos investimentos em recursos humanos e meios técnicos, havendo também o compromisso de o Governo candidatar a fundos comunitários os cerca de quatro milhões de euros que o anterior Governo do PSD e CDS “chumbou” no âmbito do mapeamento da Saúde da Área Metropolitana do Porto para a construção de um novo edifício, com objetivo de albergar, entre outros, o serviço de Medicina Interna.

O PS/Santo Tirso considera, por isso, uma hipocrisia política a posição do PSD local em relação aos investimentos já concretizados no CHMA e outros já assumidos pelo Governo PS.
Durante quatro longos anos de governação de PSD e CDS, o PSD local foi cúmplice do processo de esvaziamento do Hospital de Santo Tirso e nunca se insurgiu contra as políticas na área da Saúde postas em prática pela coligação de direita.

Hipocritamente, veio, pouco tempo depois da tomada de posse do Governo PS, reclamar os investimentos que a coligação de direita tirou à população dos concelhos de Santo Tirso, Trofa e Famalicão. Agora, em desespero de causa, vem, de forma cínica, acusar aqueles que sempre levantaram a voz contra a falta de investimentos no hospital, nomeadamente o PS/Santo Tirso e a Câmara Municipal, de estarem a atirar areia para os olhos da população do concelho de Santo Tirso.

É um clássico: à falta de um projeto, de uma estratégia ou, pelo menos, de uma ideia para o futuro de Santo Tirso, a líder do PSD local procura afirmar-se pela demagogia e pela crítica gratuita. Lamentável e despudoradamente.

Santo Tirso, 07 de setembro de 2016
O PS/Santo Tirso

Comentários