Sociedade
Câmara alarga apoio no material escolar a todos os alunos do 1º ciclo

A Câmara Municipal de Santo Tirso vai alargar a comparticipação para a aquisição de material escolar a todos os alunos do 1º ciclo. A medida vai abranger cerca de dois mil alunos do concelho e entrará em vigor a partir de setembro.

Pela primeira vez em Santo Tirso, todos os alunos do 1º ciclo do concelho, sem exceção, vão receber um “cheque escolar”, no valor de 25 euros, para adquirir material escolar nas livrarias do concelho. A medida da Câmara Municipal passa, assim, a ser universal, dado que, até agora, apenas os alunos dos escalões A e B tinham acesso a este apoio socioeconómico.

“Face ao anúncio do Governo em fornecer os livros a todos os alunos do 1º Ciclo, a Câmara de Santo Tirso decidiu que seria justo alargar o apoio relativo à compra de material escolar e, por isso, tomou esta medida”, justificou o presidente da autarquia, Joaquim Couto.

Segundo o autarca, esta medida “geral e universal” vem juntar-se “aos restantes amortecedores sociais existentes no Município”. Santo Tirso, avançou, “é o detentor do maior número de medidas sociais em vigor entre os concelhos da Área Metropolitana do Porto, do Vale do Ave e da região do Tâmega e Sousa”.

Para Joaquim Couto, a medida tem ainda o mérito de ir ao encontro de uma das prioridades estabelecidas desde o início do mandato: a dinamização do comércio local.

“Ao estabelecer um protocolo com as livrarias do Município, para a aquisição do material escolar aos cerca de dois mil alunos do 1º Ciclo, a Câmara Municipal está também a dinamizar o tecido empresarial local, com quem tem preferencialmente trabalhado ao longo dos últimos três anos e meio. Sessenta e sete por cento das entidades fornecedoras de bens e serviços da autarquia estão sediadas no concelho, e é nessa linha que pretendemos continuar”, concluiu o presidente da Câmara.

A medida de alargamento da comparticipação na aquisição de material escolar a todos os alunos do 1º Ciclo foi aprovada na última reunião do executivo camarário, por unanimidade.