Atualidade
“A Prova do José” É o primeiro livro do cordovense Nuno Miguel Teixeira

‘A prova do José’, com a chancela da Chiado Editora, é o nome do primeiro livro de Nuno Miguel Teixeira, antigo futebolista e que recentemente integrou a equipa técnica dos juniores do Moreirense. “O futebol consegue representar muito bem o que é a vida e isso, além de me fascinar, foi o que me moveu a escrever este livro”, explicou Nuno Miguel Teixeira. “Há muito do autor na história. É ficção, são ideias e sonhos que estão representados. É a forma de como eu vejo a vida”, acrescentou. ‘A prova do José’ conta a história de um jovem que sonha com uma carreira de futebolista. Passa por vários episódios divertidos, vê o seu próprio desenvolvimento pessoal, fala muito da ligação com a família, mas sempre acompanhado por conceitos futebolísticos… No entanto, esta obra resultou de “um afastamento” do autor à sua rotina. “Há uns anos só vivia do futebol. Então senti necessidade de me desligar e estive, inclusive, vários anos sem ver jogos. Fui à busca de novas experiências. Agora regressei ao mundo do futebol, mas com outra perspetiva, com outra sensibilidade. Foi preciso afastar-me para me reencontrar e ao fazê-lo recorri muito à escrita”, revelou o antigo jogador do Infesta, que também alterou muitos dos seus hábitos. “Comecei a sentir aversão a comer animais e senti necessidade de encontrar silêncio e a meditação promove esse silêncio como forma de bem-estar”, concluiu.

Fonte: Rita Feteira-Jornal Record

Autor

Nuno Miguel Teixeira nasceu em 1981, foi jogador de futebol federado durante 15 anos no Futebol Clube de Infesta e licenciou-se em Economia na Faculdade de Economia do Porto. Vive com a companheira e “mestra” Anita em Monte Córdova, rodeado pela boa energia dos Animais e pelo ar puro da Natureza. Assume-se fã convicto do vegetarianismo e da meditação, da leitura e da música e, claro, da equipa de futebol dos Juniores A do Moreirense Futebol Clube, cuja equipa técnica integrou recentemente.

“Desde sempre que a bola foi a melhor companhia, a mais divertida e a mais desafiante. Discutia todos os domingos ao jantar, em família, o rescaldo do fim de semana futebolístico e fazia previsões com o meu Avô sobre os resultados e classificação das jornadas seguintes. Era algo que ele adorava e levava com total seriedade!

Victor Hugo escreveu que “nada é mais poderoso do que uma ideia cujo tempo chegou” e foi precisamente o surgir de uma nova força interior que me mobilizou, com determinação, a pegar na caneta e no papel. Livre de qualquer tipo de pressão ou condicionalismos, senti que fui chamado a dar o meu contributo ao mundo do futebol.

Nesse dia senti que tinha de escrever um livro, da vida para o futebol e do futebol para a Vida, sem fazer ideia qual nem como.”

O ponta-de-lança José vive um período de indecisões perante o sonho de uma carreira futebolística de alto nível e uma vida mais plena e rica interiormente.

Preparado para quebrar barreiras e preconceitos, o José passa por vários episódios divertidos enquanto assiste gradualmente ao seu próprio desenvolvimento pessoal. O forte envolvimento da Família, em particular as intensas discussões filosóficas com o seu Avô, o carinho dos Animais ou as forças da Natureza são ingredientes que ajudam a elevar a sua Consciência para outro patamar.

Absorvido por conceitos futebolísticos inovadores e pela emoção dos golos e das vitórias, o José ajuda a sua equipa a atingir a ansiada Final do campeonato nacional…

“O José ouviu dizer que há um momento na Vida em que somos postos à prova de quem realmente queremos ser, e que é a escolha que tomamos nesse dia que nos transpõe rumo à excelência pessoal ou nos retém na base da mediocridade.

O José percebe que o passo que damos nesse momento pode determinar a morte imediata ou a felicidade eterna.

“Será este o seu momento?” – questiona-se, paralisado.”

Comentários