Geral
Área Metropolitana do Porto apresentou “AMPlifica” na Fábrica de Santo Thyrso

A Fábrica de Santo Thyrso foi o local escolhido para a apresentação da segunda edição do programa “AMPlifica”, que decorreu esta terça-feira. Criado pela Área Metropolitana do Porto, este programa abrange os 17 municípios que compõem esta área, e visa acelerar projetos que possam servir de exemplo ao ecossistema social.

Foi apresentada esta terça-feira, na Fábrica de Santo Thyrso, a segunda edição do programa “AMPlifica”, criado pela Área Metropolitana do Porto. Sob o mote “Inovação Social como Estratégia de Desenvolvimento Territorial”, a apresentação contou com a presença de Joaquim Couto, presidente da Câmara Municipal e Lino Ferreira, primeiro secretário da Área Metropolitana do Porto na sessão de abertura.

A “AMPlifica” abrange cada um dos 17 municípios que compõem a Área Metropolitana do Porto, através da seleção de um projeto social que seja reconhecido como o “campeão” do seu município e que possa servir de exemplo ao ecossistema social. Por projetos sociais entendem-se soluções inovadoras focadas na resolução de alguns dos principais problemas na sociedade.

“É uma iniciativa de cariz importante, já que envolve projetos focados nas mais variadas áreas, nomeadamente a inclusão social, a empregabilidade, a saúde, a acessibilidade e o ambiente. É fundamental que haja investimento na promoção do empreendedorismo social na da Área Metropolitana do Porto, que é necessário para o desenvolvimento socioeconómico da região por forma a torna-la numa referência a nível nacional no que toca à aposta nesta temática”, afirmou o presidente da Câmara Municipal, Joaquim Couto.

Este programa tem como objetivo capacitar projetos sociais, preparando-os durante nove semanas para a angariação de financiamento, e consequentemente, preparando o crescimento das suas intervenções. A “AMPlifica” conta com duas edições (a primeira que decorreu de fevereiro a abril e a segunda de maio a julho), cada uma localizada num dos Centros de Inovação Social – Municipais (polos CIS-M). A Fábrica de Santo Thyrso é um dos polos do Centro de Inovação Social Metropolitano criado pela AMP.

“A AMPlifica permite à Área Metropolitana refirmar a sua posição de compromisso para com os projetos socais que lutam todos os dias para a resolução de problemas sociais do nosso país. Este programa deve ser visto como um trampolim, que ajudará os projetos a atrair financiamento e a maximizar o impacto social que trazem ao território, não só da AMP mas de todo o pais”, explicou Lino Ferreira, primeiro secretário da AMP.

A apresentação contou ainda com um testemunho de um empreendedor social e a apresentação dos projetos participantes. O trabalho desenvolvido culminará na apresentação de casos de sucesso no Fórum Empreendedorismo Social AMP 2020, previsto para julho de 2017.

Comentários