Atualidade
Requalificação do edifício da junta de freguesia Lamelas vai avançar

O presidente da Câmara Municipal de Santo Tirso, Joaquim Couto, anunciou no passado sábado o avanço na requalificação da sede da União de Freguesias de Lamelas e Guimarei. Depois do forte investimento em saneamento básico feito pela autarquia nesta freguesia, é tempo de dar resposta a mais uma reivindicação da população local.

Foi a primeira “presidência aberta” de 2017. Depois do modelo implementado em 2015 e 2016, em que o executivo liderado por Joaquim Couto promoveu reuniões técnicas com todos os presidentes das juntas de freguesias, de modo a avaliar no terreno preocupações e anseios, surge este ano um roteiro de presidência aberta, envolvendo o contacto com a população.

Mais uma vez, explicou Joaquim Couto, “este roteiro com por objetivo aproximar a Câmara e das juntas de freguesia, criando um clima franco e aberto, frontal, para discutir problemas da população e da freguesia”. “No fundo, queremos diminuir essa distância, que muitas vezes existe, entre a população, o presidente da Câmara, os vereadores e as juntas de freguesia”, aludiu o presidente da Câmara de Santo Tirso.

Na primeira visita deste roteiro, à União de Freguesias de Lamelas e Guimarei, o autarca aproveitou o momento para anunciar o avanço da requalificação do edifício da sede da União de Freguesias, situada em Lamelas.  O espaço será requalificado ao nível de pinturas, tubagens, saneamento e caixilharia. Substituída será também a cobertura do edifício.

“É uma reivindicação que já vem de há dois anos, altura em que verificámos que o edifício estava a precisar de uma beneficiação muito intensa. Começamos por dar conhecimento dessa necessidade à Câmara Municipal, visto que nós, junta de freguesia, não temos capacidade financeira para suportar esta despesa”, confirmou, por seu turno, a presidente da Junta Maria de Lurdes Santos, destacando a importância da obra.

À requalificação da antiga sede da Junta de Guimarei soma-se os vários investimentos que a Câmara tem feito na freguesia, nos últimos três anos. “Sem dúvida que o grande investimento que aqui foi feito envolveu a rede de esgotos, que alcançou um valor de investimento de cerca de dois milhões e meio de euros”, sublinhou Joaquim Couto.

Além disso, como acrescentou nas declarações prestadas aos jornalistas, a Câmara de Santo Tirso estabeleceu um protocolo de ocupação de uma antiga escola, atribuiu vários subsídios a associações e à própria junta de freguesia.

Depois da reunião, seguiu-se uma visita a alguns locais da freguesia, nomeadamente a Rua da Serra, em Lamelas, cuja pavimentação está já concluída. Contemplado no Plano Plurianual de Investimentos da Câmara está, este ano, a pavimentação da Rua da Veiga.

Comentários