Cultura
Vida e obra de Mário Dionísio em destaque na Biblioteca Municipal

Entre 06 de fevereiro e 03 de março, a vida e obra de Mário Dionísio são destaque na Biblioteca Municipal. Poeta, crítico, pintor, romancista e professor, as facetas da sua personalidade são o ponto-chave desta exposição documental, que tem entrada gratuita.

Poeta, crítico, pintor, romancista e professor são algumas das facetas da personalidade de Mário Dionísio, uma das figuras de maior relevo da cultura portuguesa do século XX. Entre 06 de fevereiro e 03 de março, a Biblioteca Municipal convida a olhar a sua vida e obra, através de uma exposição documental.

Mário Dionísio nasceu em 1916 e faleceu em 1993. Licenciou-se em Filologia Românica na Faculdade de Letras, em Lisboa, foi professor do ensino secundário, e, depois do 25 de abril, da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. Foi autor de uma obra literária autónoma, entre poesia, conto e romance. Fez crítica literária e de artes plásticas, usando os pseudónimos Leandro Gil e José Alfredo Chaves enquanto artista plástico.

Sendo um teórico do neorrealismo português, partilhava a ideia da reforma cultural através da aproximação da arte ao público, tendo participado em inúmeras palestras e ações culturais por todo o país.

Aberta ao público em geral, a exposição tem entrada gratuita.