Sociedade
Associação Mimi acolhe jovens dos quatro cantos do mundo

Chegaram esta segunda-feira a Santo Tirso 11 jovens oriundos dos quatro cantos do mundo, vem de locais bastante destintos, como o México, Russia, Turquia, Alemanha, Dinamarca, Coreia, Hong Kong, Taiwan e Azerbaijão. Ficaram instalados no centro da cidade, na Casa da Juventude, mas é em Monte Córdova que tem o seu Campo de trabalho, junto da Associação Mimi, que os acolhe numa parceria com o IPDJ (Instituto Português do Desporto e Juventude). Durante nove dias vão conhecer os locais de destaque do nosso municipio, participando em inúmeras atividades, como visitas, iniciativas com crianças e idosos, um pic-nic e muito mais, num vasto programa cuidadosamente preparado pela associação e Câmara Municipal.

A sessão de acolhimento, aconteceu na Associação Mimi, e contou com as presenças de Tiago Araújo, vereador da Câmara Municipal de Santo Tirso e Andreia Correia, presidente da Junta de Freguesia de Monte Córdova,vbem como outros parceiros e os resposáveis por esta instituição cordovense.

Depois da sessão de boas vindas, os participantes partiram à descoberta da região. Da parte da manhã visitaram o Castro e o Centro Interpretativo do Monte Padrão, demostrando interesse e curiosidade.

Depois de um interregno para o almoço a visita continuou, pelo Santuário de Nossa Senhora da Assunção, Parque Ribeiro do Matadouro, Museu Municipal Abade Pedrosa e Museu Internacional de Escultura Contemporânea e ainda Praia Urbana, local bastante apreciado por estes jovens.

Neste primeiro dia, demostraram ser bastante extrovertidos, curiosos e pelas reações estão a adorar a experiencia e com grandes expectativas para os próximos dias.

Neste primeiro dia, o vereador Tiago Araujo, referiu ao Jornal o Cordovense que é muito importante para o Munícipo receber estes jovens “de várias nacionalidades, que vão partilhar experiências, em Monte Córdova e em Santo Tirso, junto de várias associações e instituições, numa experiência educacional e intergeracional.” O responsável pelos pelouros da Cultura, Turismo e Juventude, detaca o facto de esta visita permitir que “estes jovens potenciem a marca Santo Tirso nos seus territórios” esperando que levem daqui “uma boa experiência, nomeadamente na parte cultural que vão conhecer e certamente levar com bom agrado para os seus paises.”

Tiago Araújo destacou ainda que Santo Tirso e também Monte Córdova são locais bastante apeteciveis, dando como exemplo o conhecimento a nivel turistico demostrado por alguns deste jovens.

Relativamente à Associação Mimi, Tiago Araujo felicita-a pelo magnifico trabalho que tem vindo a desenvolver, “numa área destinta e com um projeto diferente, que vem colmatar uma lacuna no nosso Território.”