Cultura
“Do bosque para o mundo” em exibição no CCMVA

TEATRO EXPLICA CRISE DOS REFUGIADOS A CRIANÇAS

No âmbito do Ciclo de Teatro para a Infância, o Centro Cultural Municipal de Vila das Aves recebe no próximo sábado a peça de teatro “Do Bosque para o Mundo”. O espetáculo tem lugar pelas 16h00, e destina-se a crianças maiores de 10 anos.

Inês Barahona é a autora do texto que conta a história de Farid, um menino afegão de 12 anos que embarca na maior aventura da sua vida, ao ser enviado pela mãe para “um sitio seguro”, a Europa. “Do Bosque para o Mundo” tem encenação de Miguel Fragata e explica a crise dos refugiados às crianças.

A verdade que é ilustrada nas notícias, com histórias reais da dureza da travessia é, assim, apresentada aos mais pequenos numa peça de 50 minutos que já passou, inclusivamente, por Paris.Em palco, as atrizes Anabela Almeida e Manuel Pedroso assumem o papel de narradoras de uma história sobre crianças refugiadas. No palco há malas de viagens de vários tamanhos e feitios e um gigante mapa da Europa, no qual se traça a viagem dos irmãos Farid e Reza, duas crianças afegãs enviadas pela mãe com destino a Inglaterra e que são separadas durante o percurso. Reza e Farid não saem do Afeganistão em busca de uma vida melhor. Partem para sobreviver.

“Interessava-nos dar a conhecer esta realidade e abrir espaço para que adultos e crianças possam falar sobre o tema, que está tão próximo e presente na nossa realidade, aqui ao lado, e muitas vezes sentimos que há uma pressão para esconder debaixo do tapete. O que nos interessa é levantar esse tapete”, diz o encenador Miguel Fragata.

“Do Bosque para o Mundo” é uma co-produção do coletivo Formiga Atómica com o São Luiz Teatro Municipal, em Lisboa (onde estreou em novembro de 2016) e o Théâtre de La Ville (Paris), onde foi recentemente apresentado. O espetáculo chega no dia 22 de junho, sábado, ao Centro Cultural Municipal de Vila das Aves, numa apresentação única marcada para as 16h00. A entrada é livre.

Comentários