Desporto
Tirsense empata em Gondomar

Inglório e injusto. Duas palavras que traduzem o 1-1 entre o Tirsense e o Gondomar B. A turma jesuíta foi superior ao adversário, mas deixou dois pontos no sintético do Estádio São Miguel.

Apesar das condições limitadas para observar a partida, os adeptos jesuítas marcaram presença em peso em Gondomar, numa das 5 “finais” desta reta final da fase regular. Tonau apostou no mesmo onze que venceu o Sousense. O Tirsense desde cedo mostrou para o que vinha: pressionante, “mandão” e com as linhas subidas, os homens de Santo Tirso procuravam a vitória desde o primeiro minuto. Rui Luís teve nos pés a melhor oportunidade do Tirsense na primeira parte, mas o remate saiu desviado. O domínio jesuíta não se refletiu no marcador e o nulo manteve-se inalterado até ao intervalo.

No segundo tempo, o cenário manteve-se: o Tirsense controlava as operações e o Gondomar tentava o golo em contra-ataques rápidos. E quando o futebol jesuítas não funcionava, o “samba” de Maicon e Bobo vieram ao de cima. O primeiro desmarcou-se dos adversários e Bobo, no sítio certo, colocou o Tirsense em vantagem. Golo justíssimo para a equipa que mais queria vencer. Até ao final, o Gondomar B procurou o empate, mas os caminhos da baliza de Ivo estavam fechados. Apesar disso, um golo caído do céu deu o empate ao Gondomar B. Numa bola solta na área jesuíta, já nos suspiros finais da partida, deram um injusto empate à equipa de Américo Soares.

Com este resultado, o Tirsense continua a depender de si mesmo para alcançar o playoff de subida.