Atualidade
CHMA divulga tempo de espera de consultas e cirurgias

 

Em resposta a uma nota de imprensa emitida por um partido político à comunicação social, onde se alega que os tempos de espera no Centro Hospitalar do Médio Ave (CHMA) nas consultas e cirurgias aumentaram, O CHMA decidiu vir a público negar as informações veículadas. De acordo com o CHMA “a nota de imprensa, não traduz a evolução verificada nos últimos anos, nem a situação atual, e pode induzir os leitores em erro, pelo que importa informar sobre a situação atual das listas”, considera a instituição.

Com o objetivo de refutar precisamente essa teoria, a unidade de Saúde que serve os concelhos de Santo Tirso, Vila Nova de Famalicão e Trofa, apresentou os tempos médios de espera para cada serviço. Em Cirurgia Geral existem agora 395 inscritos, sendo os tempos de espera médios de 1,8 meses. Em Ginecologia, segundo o CHMA, existem 519 inscritos, sendo a média do tempo de espera 3 meses. Em Oftalmologia existirão 426 inscritos, com um tempo média de 4,1 meses. Ortopedia tem 731 inscritos e um período de espera médio de 3,2 meses e Otorrinolaringologista tem 259 inscritos e um tempo médio de espera de 2,7 meses. Estes serviços todos perfazem 2330 inscritos e um tempo médio de espera de cerca de 3 meses.

Ainda segundo o CHMA, o tempo máximo de resposta garantido para a generalidade das situações cirúrgicas cuja prioridade é considerada “normal” é de 180 dias (6 meses). No entanto, lembra o Centro Hospital do Médio Ave, “com o livre acesso e circulação no SNS [Serviço Nacional de Saúde], iniciado em maio de 2016, e provavelmente em consequência de dificuldades de outros estabelecimentos de saúde próximos, os pedidos de consulta de Oftalmologia no CHMA tiveram um fortíssimo crescimento a que o Serviço não pôde, até ao momento, responder inteiramente por insuficiência do quadro médico”, informam.

“No início de 2018 o tempo médio de espera para consulta (todas as especialidades, incluindo Oftalmologia) era de 152 dias. Neste momento é de 100 dias. Em suma, ao longo do último ano verificou-se uma redução generalizada dos tempos de espera, quer para cirurgia quer para consulta, e neste momento o tempo de espera médio para a realização de uma cirurgia é cerca de metade do TMRG [Tempo Máximo de Resposta Garantido]”.

No que diz respeito à lista de espera para primeira consulta, o cumprimento do TMRG é assegurado em todas as especialidades, afirma o CHMA em comunicado redigido à comunicação social. Na generalidade, o tempo de espera situa-se entre 30 e 60 dias, com exceção de Psiquiatria e Oftalmologia, onde o CHMA tem em processo de contratação uma médica Oftalmologista e uma médica Psiquiatra.

Fonte: Santo Tirso tv