Desporto
Futebol – Aves segue em frente na Taça de Portugal

O Clube Desportivo das Aves venceu o Desportivo de Chaves, por 2-0, e qualificou-se para os quartos de final da Taça de Portugal em futebol, continuando a defender o troféu conquistado na última temporada.

O adeptos avenses não deixaram passar a oportunidade de lembrar o feito histórico e, conquistada a vantagem, com tentos de Mama Baldé, aos 46 minutos, e de Vítor Gomes, aos 64, entoaram várias vezes “É até ao Jamor” e “Campeões”.

O Aves foi a melhor equipa em campo e justificou a vitória, num jogo que penalizou, mais uma vez, um Chaves em crise de resultados, à procura de se reajustar às ideias do novo técnico e a necessitar de uma injeção de confiança.

A primeira parte foi monótona e sem momentos de grande interesse, muito por culpa do baixo ritmo imposto pelas duas equipas, pouco agressivas sem bola e, por isso, incapazes de criar desequilíbrios n último terço.

Mesmo sem chuva na maior parte do tempo e com um relvado ‘simpático’, as duas equipas abusaram do jogo lento e previsível, com as defesas a levarem a melhor sobre os ataques, e nem a opção pelo remate exterior deu resultados ao flaviense Avto, aos 18 minutos, ou ao avense Hamdou, aos 26.

O melhor que se viu aconteceu perto do intervalo, num livre ensaiado, em que Vítor Gomes falhou a emenda à boca da baliza dos transmontanos.

O Aves surgiu mais forte no segundo tempo, favorecido pelo tento inaugural, anotado logo no primeiro minuto por Mama Baldé, aproveitando uma bola solta à entrada da área.

O golo animou os locais, que aumentaram a velocidade de circulação e o volume ofensivo, não estranhando o segundo tento, apontado por Vítor Gomes, com um remate cruzado à entrada da área do Chaves.

Os transmontanos, que pouco antes tinham reclamado uma alegada mão na área do Aves, tentaram reagir, mas fizeram-no quase sempre sem grande chama e com pouco perigo, excetuando um lance aos 88 minutos, em que Beunardeau, por duas vezes, com grandes intervenções, negou o golo a Platiny e, na sequência do canto, a William.

Jogo realizado no Estádio do CD Aves.

Desportivo das Aves – Desportivo de Chaves: 2-0.

Ao intervalo: 0-0.

Marcadores:

1-0, Mama Baldé, 46 minutos.

2-0, Vítor Gomes, 64.

Equipas:

– Desportivo das Aves: Beunardeau, Rodrigo Soares, Ponck, Defendi, Vítor Costa, Vítor Gomes (Falcão, 78), El-Adoua, Rúben Oliveira, Mama Baldé (Amilton, 63), Bruno Gomes (Derley, 72) e Hamdou.

(Suplentes: André Ferreira, Jorge Fellipe, Falcão, Fariña, Nildo, Amilton e Derley).

Treinador: José Mota.

– Desportivo de Chaves: António Filipe, Paulinho, Hugo Basto, Marcão, Djavan (Luís Martins, 61), Bressan (Platiny, 55), Jefferson, Eustáquio, Avto (Perdigão, 72), William e Niltinho.

(Suplentes: Ricardo, Luís Martins, Marlon, Mika, Faissal, Platiny e Perdigão).

Treinador: Tiago Fernandes.

Árbitro: Manuel Mota (AF Braga).

Ação disciplinar: cartão amarelo para El Adoua (43), Bressan (49), Hugo Basto (70) e Vítor Gomes (76).

Assistência: Cerca de 1.000 espetadores

Fonte: Lusa