Desporto
Futebol – Aves perde em Alvalade mas jogou “à Barcelona”

O Desportivo das Aves perdeu este domingo por 4-1 na visita ao Sporting na 12 jornada da Liga Nos.

Defendi abriu o marcador, mas antes do intervalo Bas Dost e Nani fizeram a ‘reviravolta’ para os ‘leões’. No segundo tempo, Bas Dost e Diaby fecharam as contas do jogo

Numa primeira parte em que a equipa do Desportivo das Aves surgiu melhor até foi o Sporting a dar o primeiro sinal de perigo aos 14′ minutos por Diaby, mas o remate do extremo leonino saiu à malha lateral dando a ilusão de golo.

No entanto, o Sporting apresentava algumas dificuldades na circulação de bola a meio-campo e perante muitos passes falhados o Desportivo das Aves aproveitou para abrir o marcador aos 17′ minutos na sequência de uma bola parada. Rodrigo Soares converteu um livre e Defendi nas alturas bateu Renan para o 1-0.

A vencer em Alvalade por 1-0, a equipa de José Mota não recuou no terreno e foi à procura de ampliar a vantagem. O Sporting não conseguia impor o seu jogo e aos 22′ minutos um passe de El-Adoua ‘desmarcou’ Amilton, mas o avançado do Desportivo das Aves não conseguiu bater Renan para o 2-0.

Aos 32′ minutos, Bruno Fernandes tentou servir Bas Dost na área do Desportivo das Aves, mas o cabeceamento do holandês saiu para as mãos de André Ferreira. A formação leonina não conseguia criar situações de perigo junto à baliza do Aves e na sequência de um lance entre Vítor Costa e Diaby, Vítor Ferreira recorreu ao vídeo-árbitro para analisar o lance e acabou assinalar grande penalidade para o Sporting depois de ele próprio visualizar as imagens.

Chamado à conversão do castigo máximo, Bas Dost fez o 1-1 e somou o seu sétimo golo no campeonato aos 40′ minutos de jogo. O goleador leonino atirou a bola para o centro e André Ferreira caiu para o lado. Na sequência do golo, José Mota, treinador do Desportivo das Aves, foi expulso do banco devido a protestos.

Antes do intervalo um erro de Coates ia permitindo ao Desportivo das Aves voltar à vantagem no jogo, mas Elhouni não aproveitou o ‘deslize’ do central uruguaio e ao contornar Renan rematou já quase sem ângulo à malha lateral.

Em cima do apito para o final da primeira parte, o Sporting colocou-se em vantagem pela primeira vez no jogo com um golo de Nani aos 46′ minutos. Bruno Fernandes assistiu o capitão leonino que rematou em arco para o fundo da baliza de André Ferreira depois de a bola ter desviado num defesa adversário.

Depois de uma primeira parte em que o Desportivo das Aves esteve melhor, o Sporting começou o segundo tempo com um golo de Bas Dost logo aos 48′ minutos. Bruno Fernandes voltou a ser decisivo ao fazer a assistência para o avançado holandês que saltou mais alto que os centrais adversários e de cabeça fez o 3-1.

A perder com dois golos de desvantagem o Desportivo das Aves procurou relançar o jogo e esteve perto de reduzir aos 52′ minutos num livre de Nildo Petrolina a sair com algum perigo. Aos 56′ minutos, Marcus Acuña viu o segundo cartão amarelo e foi expulso na sequência de uma falta sobre Rúben Oliveira à entrada da área.

Reduzido a 10 unidades com meia hora para jogar, Marcel Keizer lançou Jefferson no jogo e tirou Wendel. José Mota apostou na entrada de Derley, o goleador do Desportivo das Aves, mas seria o Sporting a ampliar a vantagem aos 59′ minutos por intermédio de Diaby com mais uma assistência de Bruno Fernandes.

Apesar do resultado pesado, o Desportivo das Aves voltaria a criar perigo em Alvalade por intermédio de Nildo Petrolina que quase fez o 4-2 aos 72′ minutos num remate que ‘rasou’ o poste da baliza de Renan. Aos 86′ minutos, Bruno César tentou ‘ensaiou um remate do meio da rua’ mas o remate não entrou na baliza de André Ferreira. A vencer por 4-1, o Sporting acabou por não sentir dificuldades para segurar a vantagem até ao apito final